Psicologia e Psicoterapia

O Centro Terapêutico Fractal disponibiliza serviços de psicologia e psicoterapia individual, familiar, de casal, de grupo, aconselhamento parental e psicossocial. As consultas são realizadas em contexto terapêutico - sala de consulta, ou em contexto domiciliário - em casa do cliente. O Centro Fractal tem ao seu dispor instalações e recursos para proporcionar aos seus clientes o máximo conforto no atendimento e relação terapêutica.  Apresentamos os serviços terapêuticos disponíveis. 

PSICOTERAPIA INDIVIDUAL COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES

A psicoterapia infantil é uma prática da psicologia que visa promover o bem-estar e a qualidade de vida da criança e da sua família. É útil na prevenção de problemas familiares e infantis e na redução do impacto de sintomas ou comportamentos já instalados, na família ou na criança. Acontecimentos marcantes na vida da criança como a morte ou doença de um familiar, o nascimento de um irmão, a separação dos pais, a mudança de escola ou de local de residência influenciam o estado psicológico, emocional e o bem-estar da criança. Nestas situações, a criança e os pais necessitam muitas vezes de ajuda para identificar o que está a acontecer, conhecer os seus próprios sentimentos e emoções face aos acontecimentos geradores de ansiedade.

A psicoterapia infantil permite à criança relacionar-se com uma escuta ativa e expressar todas as suas emoções, dificuldades, desejos e necessidades, ao mesmo tempo que aprende maneiras adaptativas de comunicar emoções como a raiva, a tristeza, o medo, a ansiedade, a saudade e o amor.

Ao mesmo tempo, através da observação do comportamento da criança, a psicoterapia vai ajudar os pais a identificar dificuldades e potencialidades dos filhos, permitindo-lhes aprender estratégias para promover comportamentos adaptativos e relações positivas na criança.

Algumas situações específica para intervenção psicoterapêutica com crianças e adolescentes são: a enurese, ciúme entre irmãos, divórcio, problemas de relacionamento intrafamiliar e bullying.

PSICOTERAPIA INDIVIDUAL COM ADULTOS

O Apoio Psicológico e a Psicoterapia Individual ajudam o adulto a lidar com situações que lhe causam sofrimento e desconforto, interferindo na relação com o mundo que o rodeia, na sua qualidade de vida e bem-estar.

O Centro Fractal intervém com adultos promovendo ferramentas e competências para lidar com situações geradoras de ansiedade, medos, fobias, pânico, depressão, dificuldade em controlar os impulsos, agressividade, hiperatividade, trauma, abuso de substâncias e dependências, luto, e questões familiares.

O apoio psicológico e a psicoterapia individual com adultos visa minimizar o impacto de sintomas psicológicos, promovendo e otimizando comportamentos adaptativos geradores de bem-estar psicológico.

ORIENTAÇÃO ESCOLAR E PROFISSIONAL

Ao longo da vida fazemos constantemente escolhas. Por vezes há necessidade de escolher sobre aspetos mais importantes, nomeadamente sobre um percurso profissional ou uma área de estudos, uma disciplina ou um curso superior. Esta tarefa de "optar" ocorre, em particular, nos 9.º e 12.º anos de escolaridade quando os adolescentes são confrontados com a  tarefa de optar uma de vias de estudo num leque diversificado de opções escolares e profissionais.

A orientação vocacional consiste em acompanhar os adolescentes e jovens que estão confrontados com a tarefa de escolha e tomada de decisão vocacional, permitindo-lhes, de forma sistemática, conhecer as suas preferências, aptidões e valores escolares e profissionais. Pelo processo de orientação vocacional, os adolescentes e jovens têm a possibilidade de fazer escolhas mais conscientes e ajustadas à "sua vocação".

Esta intervenção pode ser realizada individualmente ou em grupo.

TERAPIA FAMILIAR

Muitas vezes, um sintoma ou comportamento num elemento da família (por exemplo, agressividade, isolamento social, ou diminuição do rendimento escolar) tem impacto sobre os outros elementos, influenciando (negativamente) as relações dentro de toda a família, levando a interações e comunicação desajustadas entre os vários elementos. A terapia familiar é uma abordagem validada para apoiar a família na resolução de questões, problemas, conflitos e dilemas familiares que prejudicam o bom funcionamento familiar e individual. Com recurso a modelos e técnicas de intervenção específicas, a terapia familiar atua na facilitação da comunicação e de interações positivas entre a família e o paciente identificado e entre os vários elementos da família, gerando soluções, restabelecendo comportamentos ajustados e relações familiares positivas. 

A sessão de terapia familiar inclui toda a família, podendo seguir-se sessões com um ou dois elementos (por ex., pai, filha, mãe/filho, avó/neta, pai/mãe, um tio, etc.) considerados significativos para a resolução do problema.

TERAPIA DE CASAL E DIVÓRCIO

A relação de casal é um processo de interação e comunicação e traz consigo inúmeros desafios. Por vezes surgem dificuldades resultantes de acontecimentos externos e internos da vida do casal que se traduzem em problemas de comunicação, com impacto nos comportamentos, na relação e na satisfação do casal. A terapia de casal é uma prática que visa ajudar cada um dos elementos do casal a identificar como se sente em relação à crise, as formas como comunica na relação, e a adotar estilos de comunicação construtivos e respeitadores dos sentimentos, significados e opinião do outro, favorecendo uma mudança positiva e duradoura na relação e a satisfação conjugal.

Algumas das dificuldades vividas pelos casais com necessidade de intervenção são conflitos sobre questões específicas (relação com as famílias de origem, responsabilidades e educação dos filhos, tarefas domésticas e conciliação da vida familiar e profissional), ou face a acontecimentos não normativos (desemprego ou mudança de emprego, mudança de casa ou cidade, doença num dos elementos do casal), infidelidade, doença mental num dos elementos do casal, dependência ou afastamento emocional, agressividade/violência, separação e divórcio. 

ACONSELHAMENTO PARENTAL

A educação de uma criança ou adolescente é um desafio. E os filhos não trazem "manual de instruções". Muitas vezes existem momentos do desenvolvimento das crianças e adolescentes em que surgem dúvidas sobre o que se está a passar, o que fazer ou a melhor forma de gerir uma situação ou comportamento: O que é que o(a) meu (minha) filho(a) necessita nesta fase? Que atitude é mais adequada tomar com o(a) meu (minha) filho(a) nesta situação? Estarei a deixá-lo(a) crescer com equilíbrio psicológico?

Como educar uma criança? Todos os pais passam pela experiência de, em determinadas alturas, não saberem qual a melhor forma de agir com os filhos e com os múltiplos desafios e exigências que isso implica. Educar um filho(a) é uma constante adaptação que tem de ser encarada como uma contínua aprendizagem de todos os intervenientes da família. Cada filho acaba por formar a sua própria individualidade, e isso ultrapassa muito os comportamentos semelhantes aos seus pais e que vão ao encontro às suas expectativas. Uma maior flexibilidade a este respeito permite que se encontre um equilíbrio entre as "teorias educacionais" dos pais e os objectivos, capacidades e sentimentos da criança ou adolescente.

Educar uma criança exige muita disponibilidade, energia e tolerância às frustrações. Os próprios pais, durante esse período de educação, estão igualmente a passar por transformações e têm de responder a desafios pessoais, profissionais, financeiros, de relação com o cônjuge, entre outros.

A gestão de todos estes processos pode levar à necessidade de procura de aconselhamento de profissionais habilitados a orientar e esclarecer os pais, quanto a possíveis dúvidas ou mesmo dificuldades quanto a diversas questões que surjam na dinâmica familiar e nos comportamentos dos filhos. Este aconselhamento é essencialmente dirigido aos pais ou, dependendo da problemática, também com o(a) filho(a) em sessões individuais. 

GRUPOS TERAPÊUTICOS

GRUPOS DE PAIS

A intervenção terapêutica de grupo surge da necessidade das famílias, em particular dos pais, em encontrar soluções para os desafios, dúvidas e dilemas que as relações familiares, sobretudo as relações parentais colocam aos pais. Algumas destas questões têm como temas regras e práticas parentais, medos, birras, entre outros. O grupo de pais é um espaço e tempo de troca de experiências, reflexão e encontro de soluções sobre os aspetos das relações e da comunicação na família, tendo como objetivo promover a saúde psicológica e social e o bem-estar dos pais, e prevenir e proteger o aparecimento de comportamentos, sintomas ou interações familiares problemáticas.

GRUPOS DE ADOLESCENTES

Os adolescentes são confrontados com mudanças e desafios pessoais e sociais em vários domínios da sua vida individual, familiar, escolar e nas relações sociais e afetivas.

Alguns desta transformações e desafios surpreendem ou desencadeiam sentimentos de ansiedade nos adolescentes com as quais é necessário ajudar a confrontar-se e responder de forma a garantir o bem-estar psicológico e social e a saúde mental dos adolescentes.

O grupo de adolescentes é um espaço e momento de expressão e troca de experiências sobre o que os adolescentes pensam, sentem sobre temas centrais para o seu desenvolvimento e bem-estar, como as relações familiares, as relações sociais e afetivas, a sexualidade, a pressão de pares, a defesa dos seus direitos, as questões escolares, vocacionais, o consumo de substâncias e a saúde mental. O grupo de adolescentes utiliza técnicas e recursos baseados em jogos e dinâmicas de grupo.

ACONSELHAMENTO PSICOSSOCIAL

O aconselhamento psicossocial é um serviço de diagnóstico e encaminhamento, dirigido às famílias ou indivíduos que enfrentam dificuldades sociais como o desemprego, a insuficiência de rendimentos, a doença ou deficiência e a ausência de suporte familiar. O aconselhamento psicossocial visa avaliar as dificuldades sociais e seu impacto no bem-estar psicológico, informar sobre direitos e deveres sociais, o encaminhamento para os serviços e apoios na comunidade e o acompanhamento ao processo de integração social. Em parceria com os vários serviços e instituições sociais, educação, saúde e emprego, este serviço visa essencialmente dar respostas às dificuldades sociais dos indivíduos e famílias, diminuindo o impacto no seu bem-estar psicológico.
A prestação deste serviço é realizada de acordo com a situação social e económica dos indivíduos e famílias.